BLOG

Seja óbvio – Simplicidade para uma comunicação eficaz


21/04/2022 Fernanda Santoro

Certa vez, ouvi do CEO de uma empresa os seguintes questionamentos: “Como vamos fazer as pessoas entenderem esses novos pilares da estratégia que a matriz enviou? Como conectar a estratégia global com a local? É tudo muito complexo e os colaboradores podem achar que estamos mudando de rumo ou mudando a estratégia.” Respondi inicialmente com uma pergunta: “O que precisa ser transmitido está claro para você?” Ele respondeu que sim e então eu disse que bastava comunicarmos da forma simples para as pessoas e elas iriam entender. Apesar de parecer meio cético ao ouvir minha resposta, ele me deu autonomia e um voto de confiança para liderar o processo de comunicação. Tive suporte de um time de embaixadores, que representavam os olhos e ouvidos da empresa nas áreas. O resultado? Um ano depois realizamos uma pesquisa e 85% dos colaboradores afirmaram conhecer a estratégia da empresa e o mais importante: seu papel no atingimento dos objetivos.

Muitos se enganam ao pensar que o sucesso da comunicação se dá apenas por uma excelente oratória ou uma escrita bem elaborada. Uma comunicação eficaz começa com a escuta – primeiro de si para identificar o quê e por quê você quer comunicar algo e segue com a escuta do outro – que canais funcionam melhor para a assimilação do que é passado e que tipos de informação e formas de comunicar o fazem ter interesse e sentir que aquilo foi escrito/ falado para ele?

Não acredito em fórmula mágica para comunicação, apenas em um ingrediente fundamental: simplicidade. Quando a simplicidade está à frente de todo processo de comunicação, ele é muito mais efetivo. Isso porque deixa-se de lado a arrogância do óbvio – o outro não é obrigado a ter a mesma visão de mundo que o comunicador ou a enxergar as coisas sob o mesmo ângulo – nada que não tenha sido explicitamente comunicado é óbvio. Um exemplo, ainda relacionado ao case do início deste artigo: decidimos comunicar a estratégia a todos os colaboradores e veio uma dúvida…. mas será que todos os colaboradores sabem o que é uma estratégia? Óbvio que sim – já falamos de estratégia há tantos anos…será? Decidimos desconsiderar o óbvio e explicar aos colaboradores o que é uma estratégia empresarial, o que é visão, missão e pasmem: mesmo no nível de liderança havia confusão de conceito entre esses itens.

É sempre importante refletir se, ao comunicar, você está realmente buscando o entendimento do ouvinte ou se quer apenas cumprir o papel de passar uma informação. Se o seu objetivo é o segundo, dificilmente irá gerar engajamento. Quando você comunica algo a alguém e quer que essa pessoa entenda sua mensagem com clareza, precisa se colocar no lugar dessa pessoa e adaptar sua linguagem.

O conceito da simplicidade vale tanto para comunicações corporativas, quanto para pequenas reuniões ou diálogos do dia a dia. Vale tanto para o trabalho, quanto para a vida pessoal. Vejo tantos mal entendidos gerados por expectativas não compartilhadas, pelo óbvio não dito. Ex: não é possível que o outro não perceba que estou com mil coisas a fazer, precisando de ajuda. Sim, é possível. O outro, na maioria das vezes, não está vendo o mesmo cenário que você. Ou até pode enxergar o cenário e identificar que você precisa de ajuda, mas não irá saber se você quer/ aceita ajuda, a não ser que você diga. Algumas pessoas são naturalmente solícitas, outras tem medo de invadir o espaço alheio. Novamente: nada que não é explicitamente comunicado é óbvio.

Um excelente teste para saber se você está comunicando o óbvio, é perguntar frequentemente ao seu ouvinte o que ele entendeu da mensagem que você passou. Se a resposta estiver alinhada a sua expectativa de entendimento, excelente – você está no caminho certo!

Se você tem receio estar sendo óbvio demais e parecer estar diminuindo a capacidade de entendimento dos seus ouvintes, pergunte também a eles sobre o nível de detalhes que esperam. Ex: vocês gostariam que eu explicasse a diferença entre visão e missão de uma empresa?

Comunicação é uma troca – você precisa continuamente alternar fala e escuta para dar o tom correto e equilibrado.

Comunicação ainda é um dos principais fatores de insatisfação nas empresas. Estabelecer uma frequência de comunicação com o time, utilizando linguagem simples, objetiva e óbvia é um excelente caminho para diferenciação.

Leia Também: Confiança: uma questão de coragem

Voltar


NEWSLETTER
Inscreva-se para receber:

    Faça o teste e descubra o nível de engajamento da sua equipe.

    Escola E3

     

      CONTRATE
      NOSSAS SOLUÇÕES

      Endereço
      Rua Serra de Botucatu, 878/880 – Conjunto 1604
      Vila Gomes Cardim – São Paulo/SP
      CEP: 03317-000

      Contato Comercial
      (11) 3132-8262
      (11) 94574-5234
      (11) 98136-3938

      E-mail
      atendimento@escolae3.com.br