BLOG

Coaching ou Mentoria: Qual é o melhor caminho?


21/10/2020

É muito comum receber clientes que procuram ajuda para seu desenvolvimento profissional, mas não sabem exatamente qual processo seria mais indicado, pois não tem clareza sobre as diferenças entre coaching e mentoria – muitas vezes pensam se tratar da mesma coisa, influenciados por informações superficiais e até mesmo incorretas que circulam nas redes sociais. 

Vejo profissionais que se apresentam como coaches e dizem terem conduzido centenas de clientes ao sucesso.  

Ouço muitos profissionais dizerem que estão fazendo coaching com seus gestores, que aprendem muito com a experiência deles e saem das conversas com várias dicas sobre o que fazer e o que não fazer. 

Na verdade, nenhum dos 2 casos acima se enquadra no que é coaching genuíno.  

No processo de coaching não há condução, nem suposição de superioridade do coach. 

O que é Coaching?

O coaching é um processo de parceria em que o coach apoia o coachee (cliente) a encontrar suas próprias respostas, a partir, principalmente de escuta ativa e de perguntas poderosas que levam a reflexões e insights.

É comum dizer que o coach acende uma lâmpada, uma lanterna que ajuda o coachee a encontrar e trazer à tona as suas potencialidades. 

O coach não precisa ter domínio da área de atuação do cliente e, mesmo que tenha, não utilizará este conhecimento para direcionar o coachee a caminhos específicos.

Não pode haver, de forma alguma, condução do cliente a uma solução definida pelo coach.

Ele deve se abster de julgamentos no processo. Deve resistir à tentação de tentar fazer o coachee mudar de ideia ou de direção porque “ele já viu outras pessoas fazerem isso e não terem sucesso”. 

O que é Mentoria?

Já na mentoria é necessário que o mentor tenha domínio do tema que será abordado. Ele é alguém que tem experiência e conhecimento significativos e os usará para conduzir a dinâmica do processo.  

Podem ser usadas ferramentas de coaching, como as perguntas poderosas, para ajudar o cliente a refletir sobre o que faz sentido para ele, mas o mentor terá sempre a liberdade de dizer “não recomendo que você vá por esse caminho”. 

O mentor mostra caminhos, direciona a jornada do mentee (cliente) e o mentee tem a posição de aprendiz no processo. Ele está ali para aprender a partir da experiência e da história de seu mentor.

O mentor, a partir do compartilhamento de cases de sua carreira sólida e bem-sucedida, ajuda o mentee a ampliar suas possibilidades de crescimento.

Qual é o melhor caminho, Coaching ou Mentoria?

Se você tem metas de desenvolvimento, quer alcançá-las utilizando seus próprios recursos e só precisa de alguém que possa ajudá-lo a acessar esses recursos e potencializá-los para atingir os resultados planejados, inicie um processo de coaching.

Se você quer se desenvolver, aprendendo a partir da vivência de alguém que já trilhou um caminho similar ao que você quer trilhar, foi bem-sucedido nessa jornada e pode orienta-lo, mostrando inclusive alguns “pulos do gato”, a mentoria é o processo mais indicado.

Tanto a mentoria quanto o coaching podem trazer resultados incríveis, se forem estruturados de forma séria e profissional. 

Conclusão

O melhor processo é aquele que faz mais sentido para você, no seu momento de vida atual.

O mais importante é enxergar o seu desenvolvimento como um investimento e saber escolher, com bastante critério, o profissional que irá apoiá-lo.

 

Fernanda Santoro
Educadora Executiva 

Voltar


NEWSLETTER
Inscreva-se para receber:

    Faça o teste e descubra o nível de engajamento da sua equipe.

    Escola E3

     

      CONTRATE
      NOSSAS SOLUÇÕES

      Endereço
      Rua Serra de Botucatu, 878/880 – Conjunto 1604
      Vila Gomes Cardim – São Paulo/SP
      CEP: 03317-000

      Contato Comercial
      (11) 3132-8262
      (11) 94574-5234
      (11) 98136-3938

      E-mail
      atendimento@escolae3.com.br